Arquivo

Archive for the ‘Viagens’ Category

Concha & Toro e Restaurantes em Santiago – The Best!

agosto 31, 2011 4 comentários
Quem for a Santiago tem que conhecer uma vinícola, escolhemos a Concha & Toro, a mais importante de lá e uma das maiores do mundo. Quem já não se deliciou com o vinho Casillero del Diabo, um dos nossos preferidos e sua historinha é bem bacana!
No caminho, passamos pela periferia de Santiago – achei que não existia rs, ali tive a certeza que ainda estávamos na América do Sul. Mesmo assim, a cordilheira nos acompanhou por todo o percursso 🙂

Na Concha & Toro….um cenário lindoooo:

Os melhores restaurantes de Santiago, sem dúvida:

Como Água para Chocolate

Aqui Está Coco

Bali Hai

PS: Menu (drink, vinho, entrada, prato principal e sobremesa) com direito ainda a um show folclórico belíssimo!!!

Giratório

PS: Ele gira mesmo rs, fica no 18o andar de um edifício panorâmico…uma experiência inesquecível!

Fotos: Ludmilla Mendonça e Daniel Souza / Como Água para Chocolate: comoaguaparachocolate.cl / Aqui Está Coco: aquiestacoco.cl / Bali Hai: balihai.cl / Giratório: restaurantgiratorio.cl
…………………………………………………♥ ♥ ♥…………………………………………………….

Pontos Turísticos Santiago – Chile

agosto 30, 2011 4 comentários
Santiago não tem muitos atrativos, é uma cidade mais tranquila que conserva seu estilo europeu nos bairros, sem muita badalação a noite, cara e chick! A cordilheira em torno dela é o grande charme.
Basicamente, os pontos turísticos da cidade são esses:

Réplica da Sacré-Cœur de Paris

Plaza de la Constituicion: Palacio la Moneda 

Plaza Des Armas

Cerro San Cristóbal

Bairro Bela Vista  

Praça das Escuturas

♥  Museu de Belas Artes e Parque Florestal

Fotos: Ludmilla Mendonça e Daniel Souza

…………………………………………………♥ ♥ ♥…………………………………………………….   

Buenos Aires – Dicas!

agosto 26, 2011 2 comentários
Máquina fotográfica – Levamos 02 câmeras, uma compacta e outra maiorzinha com mais opções de lentes. Não esquecer de levar também baterias, carregador, cartões, adaptador e um computador para descarregar as fotos do dia;
Protetor solar – Em qualquer estação do ano ele é sempre bem-vindo;
Cofre – uma boa ferramenta para guardar seus pertences são os cofres que os hotéis oferecem. Portanto, deixe todo o dinheiro e documentos nele e saia somente com o necessário de dinheiro e uma cópia plastificada do documento, nunca ande apenas com um único documento, você poderá perder e causar uma dor-de-cabeça daquelas; 
Dolera – Infelizmente Buenos Aires não é daquelas cidades que podemos andar pelas ruas despreocupados. Vimos vários relatos de furtos, principalmente no metrô, as pessoas roubam na maior facilidade, mas nunca na base da violência. Mesmo assim, toda atenção é pouca, andamos apenas com uma mochila que o marido carregava nas costas com luvas, gorros, protetor solar e labial…dinheiro, sempre na Dolera 😉
Florida – passamos uma tarde para as compras na Florida, um calçadão daqueles que a gente vê por aqui com várias lojas. Encontramos a Galeria Pacífico, lembra a Galeria Lafayette de Paris, com várias lojas de grifes famosas e quiosques espalhados por todo o shopping;
Zara – foi onde achei as peças de roupas femininas mais bonitinhas, fora isso, não encontrei nada que me agradasse, na Florida;
Cosméticos – todo mundo sabe que cosmético em Buenos Aires é mais barato que aqui no Brasil. Por isso, nem levei shampoo na mala, comprei lá mesmo, loja Dido foi o lugar que encontrei o preço mais em conta, também na Florida;
Outlets – para quem curte, vale a pena conferir os outlets que ficam nas ruas de Aguirre com Gurruchagua, tem um monte deles!!!
Hotéis – hotel bom e barato é o que não falta em Buenos Aires, resta saber  a localização que você deseja ficar. Sugiro sempre um hotel que tenha uma estação próxima do metrô, com lojinhas de conveniência por perto e com internet disponível. Ficamos na Florida, adorei a localização, mas o hotel deixou a desejar.
Lojas de Câmbio – evite cambiar no aeroporto, não precisa levar dóllar e sugiro levar uma reserva no VTM (Visa Travel Money) para emergências. Não precisa trocar tudo o que levou de uma vez só, troque apenas o que for necessário para taxi e refeições. Locais mais conhecidos: Metropolis Compañia Financiera: www.metropoliscf.com e Banco de La Nación Argentina www.bna.com.ar
Free Shop – sempre será mais barato lá do que em qualquer outro lugar, isso é fato! Então, aproveite os free-shops do Brasil que parcelam em até 7x no cartão de crédito e sem juros, uma maravilha \o/ Conselho: faça uma listinha do que deseja para não perder tempo, ok?!?
Restaurantes – comida para todos os gostos e bolsos lá é o que não falta. Os melhores deles estão em Palermo e em Puerto Madero.
Se vai andar, leve tênis;
Taxi – pegar somente os que tiverem a plaquinha de Rádio Taxi e com 02 adesivos, um em cada porta; Se puder levar o mapa do destino ao pegar o taxi, melhor, pois só assim temos uma vaga sensação de que ele não está nos enrolando :p
Metrô – tomar o máximo de cuidado, pois é o lugar preferido para assaltantes. Nunca ande de mochila nas costas, sempre na sua frente ou no chão e ao andar nas escadas, fique no canto e deixe uma pessoa atrás de você sob resguardo. Vi o desespero de uma pessoa ao chegar no aeroporto e não ter nenhum documento para embarcar, resultado: levaram sua carteira sem nem se dar conta, ao ver a encenação de uma pessoa fingindo vomitar no metrô;
Roteiro: os mapas do nosso roteiro dia-a-dia encontram-se aqui, aqui, aqui e aqui.
Reservas – evite filas em restaurantes, teatros ou passeios, deixe tudo reservado antes de viajar, elas realmente funcionam;
Boa Viagem!


…………………………………………………♥ ♥ ♥…………………………………………………….

Lua-de-Mel em Buenos Aires – A despedida :(

agosto 25, 2011 5 comentários
No penúltimo dia resolvemos fazer algo diferente: nosso café-da-manhã foi no Café Tortoni, a cafeteria mais antiga e tradicional de Buenos Aires – oh delícia de chocolate-quente.

Reservamos a quinta-feira para ver a Orquestra Sinfônica de Tango, que se apresenta apenas nesse dia gratuitamente no Teatro Alvear a partir das 15h. Tudo bem, só tinha velhinhos, mas nada como ver e ouvir as músicas mais lindas de tango regidas por uma orquestra…inesquecível!

Desculpe pela imagem desfocada, mas era a única que eu tinha :p
Nos despedimos de Buenos Aires em Puerto Madero, não havia melhor lugar….ficamos até o pôr-do-sol, ahhh o sol resolveu aparecer para a nossa alegria, passamos a semana inteirinha sem vê-lo 😦
Puerto Madero, o bairro mais novo da cidade e um dos mais lindos, sem dúvida, foi o que mais gostamos, reune o melhor da gastronomia portenha, basta ver em seus diques a quantidade de restaurantes que possui – difícil é eleger o melhor!

Almoçamos no Brasas Argentinas, uma indicação da nossa guia, comida razoável e mais barata do que a média, uma vez que pretendíamos deixar o melhor para a janta.
Atravessamos a ponte e seguimos em direção a Fuente Las Nereidas, do outro lado de Puerto Madero:

Mais um bom motivo para explorar a cidade caminhando é que a gente se depara com coisas do tipo assim:

PS: Esqueci de contar um detalhe: dos arranjos que vi, em sua maioria, eram com flores naturais, um charme só!

 
 Agora sim, a linda fonte e em frente a reserva florestal:

Sabe um daqueles lugares que você tem vontade de morar?!? Esse foi um deles, como queria morar ali…

No caminho de volta…

Enfim, no Asia de Cuba…aqui justifico o melhor sushi que já provei em toda a minha vida, perfeito! Depois das 0h00, as mesas que ficam no centro são retiradas e o que era apenas um restaurante, vira uma pista de dança (não ficamos até essa hora porque estávamos cansados, fica para a próxima!).

Assim foi Buenos Aires, espero que tenham gostado…amanhã um post só com dicas imperdíveis!

Fotos: Ludmilla Mendonça e Daniel Santos / Teatro Alvear: Av. Corrientes, 1659 / Café Tortoni: www.cafetortoni.com.ar / Brasas Argentinas: brasasargentinas.com.ar / Asia de Cuba: www.asiadecuba.com.ar

…………………………………………………♥ ♥ ♥…………………………………………………….

Lua-de-Mel em Buenos Aires – Parte 3

agosto 24, 2011 6 comentários
Palermo, tanta coisa pra se ver e apreciar nesse bairro que talvez tenha sido o dia que a gente mais andou e como andou rsrs. Esse bairro concentra também um grande números de bares e restaurantes do tipo baladinha, a noite ele bomba \o/
Nossa 1a parada foi no Jardim Botânico, é sempre prazeroso conhecer o jardim botânico de qualquer cidade, eu particularmente a-d-o-r-o!!! O que mais me impressionou nele foi a quantidade de gatos que haviam e as esculturas espalhadas por todo o jardim…uma mais linda que outra.

Rumo ao Jardim Japonês…o bom da caminhada é que você vai admirando a paisagem pelo caminho 🙂

Quem for a Buenos Aires precisa conhecer o Jardim Japonês (ficaria ali por horas e horas e horas!!!), o lugar inspira paz e tranquilidade, além de ser lindíssimo…as flores de cerejeira são as minhas favoritas, renderam belas imagens \o/

Almoçamos no jardim japonês, mas quer saber?!? Não gostamos, acho que não tivemos sorte nas nossas escolhas, foi um desastre 😦
De lá, fomos ao planetário que também não tivemos sorte: estava fechado para reforma  – a coisa boa é que quando voltarmos, teremos o que ver rs!

Ainda demos um pulinho no museu de Arte Decorativa e em seguida, fomos de taxi nos outlets que ficam nas ruas Gurruchagua com Aguirre, fico devendo fotinhas!!!
A noite, como não queríamos nada além de comer, escolhemos algo perto do hotel que pudéssemos ir andando…o lugar dizia ser um pub, mas de pub não tinha nada, além de um dj que só tocava música brega rs! Naquele momento, só o que nos restava era apreciar a comida que, para a nossa salvação, estava deliciosa 🙂 

Fotos: Ludmilla Mendonça e Daniel Santos / Jardim Japonês: www.jardinjapones.org.ar / Museu de Arte Decorativa: www.mnad.org

Lua-de-Mel em Buenos Aires – Parte 2

agosto 23, 2011 5 comentários
Reservamos a manhã inteirinha para um dos lugares mais lindos que visitamos, o Teatro Colón que reune história, beleza e sofisticação…ainda volto só para assistir uma peça nele. A duração da visita guiada dura 1h15, vale muito a pena conferir!
PS: Enquanto esperávamos dar o horário da nossa visita ao teatro, fomos explorar os arredores dele até chegar no Obelisco…o monumento mais famoso de Buenos Aires.

Logo após a visita, pegamos o metrô e seguimos para o Patio Bullrich, um dos shoppings mais conhecidos de Buenos Aires que ficava bem pertinho do Paseo Recoleta…nosso próximo destino!

Recoleta, um dos bairros mais nobres de Buenos Aires – basta andar pelas ruas para perceber a arquitetura beeem eropéia, possui também um monte de atrativos…

Uma pausa para o chop no Hard Rock Café:

Ao lado do Centro Cultural da Recoleta encontra-se uma das igrejas mais fofas que já vi, a igreja do Pilar…casaria linda nela 🙂

Ao lado dela encontra-se o cemitério mais chick da cidade – embora não seja um lugar “comum” para se visitar, devo confessar que fiquei admirada pela arquitetura dos mausoléus…


Basta atravessar a avenida pela passarela e já damos de cara com a Universidade de Direito e o Monumento Floralis Generica ( chama-se assim para generalizar todas as flores).


Atravessamos a avenida novamente para visitarmos o Museu de Belas Artes, onde estão reunidas obras de Monet, Rodin, Picasso, dentre vários outros artistas…
PS: Já te disseram que as avenidas de Buenos Aires são largas e grandes?!?  Pois bem, passávamos um bom tempinho para atravessá-las rs!

Ir para Buenos Aires e não assistir a um show de tango é dizer que não esteve lá, né verdade?!? Reservamos no Brasil (não deixe para reservar de última hora pois é disputadíssimo!!!) e dentre os inúmeros para escolher, optamos pelo Señor Tango, uma indicação dos nossos amigos e sem dúvida, um dos mais lindos…mas não só por isso, o atendimento e a comida são excepcionias, inclusive a sobremesa #superindico!

Fotos: Ludmilla Mendonça e Daniel Santos / Teatro Colón: www.teatrocolon.org.ar/es / Patio Bullrich: www.shoppingbullrich.com.ar/shopping / Museu de Belas Artes: www.mnba.org.ar / Señor Tango: www.senortango.com.ar

…………………………………………………♥ ♥ ♥…………………………………………………….

Lua-de-Mel em Buenos Aires – Parte 1

agosto 22, 2011 5 comentários
Estou de volta, tava com saudade daqui, mas confesso que passei dias incríveis daqueles com gostinho de quero mais, sabe?!? Assim foi a nossa 2a lua-de-mel e diga-se de passagem: tão maravilhosa quanto a 1a. Por isso meus amores, lua-de-mel é para sempre…lembrem-se disso!!!
A princípio, tínhamos escolhido como roteiro da nossa viagem Buenos Aires e Bariloche, mas como o vulcão quis atrapalhar a nossa vida, optamos por Santiago pois queríamos ver neve de qualquer jeito.
Buenos Aires foi o nosso 1o destino e falar desta cidade não é uma tarefa nada fácil por vários motivos: seja pela sua arquitetura que lembra a Europa, seja pela sua gastronomia, seja pelo tango, sem dúvida, é uma cidade encantadora. Agora entendo porque é um dos destinos prediletos para casais em lua-de-mel: ela consegue reunir o útil ao agradável.
Como organizamos a nossa viagem?!? Pesquisando muuuito, lendo bastante, pedindo opinião das pessoas que já estiveram por lá, imprimindo muitos mapas (incluindo metrô), sempre conciliando com as nossas prioridades. Não poupamos jantares, passeios e caminhadas, pois essas eram as nossas prioridades.
Pontos positivos: conseguimos fazer quase tudo o que havíamos planejado (não tem jeito, por mais que você se programe direitinho, sempre haverá imprevistos) e essa foi a maior experiência que tiramos: quando se planeja fica tudo mais fácil, o dia torna-se produtivo! Reservas funcionam gente \o/
Pontos negativos: perdemos 1/2 dia em Santiago por conta de um feriado que não sabíamos e chegamos tanto em Buenos Aires quanto em Santiago em dias de fim-de-semana, ou seja, ficamos sem dinheiro pois as lojas de câmbio estavam fechadas, um horror!!! Atenção: não aconselho ninguém fazer câmbio no aeroporto, é prejuízo na certa.
Chega de falatório e vamos ao que interessa….devo fazer menção ao blog Nada Básico da nossa querida Vívian Prata, pessoinha de um bom-gosto incrível e que é viciada por Buenos Aires, foi através de suas indicações que provei o melhor nhoque e sushi da minha vida!!!
Chegamos num domingo mortos de cansados (viajar cansa!) e a única coisa que queríamos fazer era tomar um bom banho e dormir um pouquinho. Conselho: não programe nada para esse dia, no máximo um jantar e foi isso que fiz: reservei um jantar no Miranda, ambiente bem descontraído e gostoso, éramos servidos por jovens do tipo universitários. Foi a 1a impressão que tivemos da culinária portenha: muita comida e de um sabor que nunca havia provado nada igual…perfeito!!!

Miranda

Miranda

Miranda

Contratamos o city tour no Brasil, acho válido investir nesse passeio pois dá uma ideia ainda que generalizada dos pontos turísticos da cidade, mas só isso mesmo! São apenas 03 paradas super rápidas na Plaza de Mayo e no bairro La Boca, onde estão o estádio La Bombonare e o Caminito. A tarde, logo após o almoço, voltamos na Plaza de Mayo com mais calma para apreciar o lugar, demos um pulinho na Praça do Congresso via metrô (baratíssimo por sinal!) e na Praça San Martin que ficava bem pertinho do nosso hotel.

Catedral Metropolitana de Buenos Aires – Plaza de Mayo

Cabildo – Plaza de Mayo

Banco Central – Plaza de Mayo

Casa Rosada – Plaza de Mayo

Casa Rosada – Plaza de Mayo

Casa Rosada – Plaza de Mayo

La Bombonare – La Boca

La Bombonare – La Boca

Museu do Futebol – La Bombonare

Museu do Futebol – La Bombonare

Museu do Futebol – La Bombonare
Caminito – La Boca

Caminito – La Boca

Caminito – La Boca

Caminito – La Boca

Caminito – La Boca

Caminito – La Boca

Caminito – La Boca

Congresso Nacional

Congresso Nacional

Congresso Nacional no Facebook

Plaza San Martin

Plaza San Martin

 Jantamos no Críza, elegemos o melhor restaurante que fomos em Buenos Aires: serviço, ambiente e comida impecáveis!!!

Crízia

No Crízia

O melhor nhoque de todos – Crízia

Cosmopolitan – no Crízia

Tudo aí está em ordem cronológica, caso alguém queira fazer o nosso roteiro! Por hoje é só, amanhã tem mais Buenos Aires…

Fotos: Ludmilla Mendonça e Daniel Santos / Miranda: www.parrillamiranda.com / Crízia: www.crizia.com.ar

…………………………………………………♥ ♥ ♥…………………………………………………….